Terminou a prova de apuramento da EBL para os Campeonatos do Mundo. Como não podia deixar de ser a nota de destaque vai para o excelente desempenho da nossa Selecção Mista que terminou num brilhante 5º lugar e conseguiu o apuramento para o Mundial. Ana Luísa Brito, Sofia Pessoa, Xana Rosado, Jorge Cruzeiro, Juliano Barbosa e Paulo Gonçalves Pereira, sob o capitanato de João Paes de Carvalho inscreveram o nome de Portugal no panorama do bridge internacional. Parabéns!

Nas restantes provas, a Selecção Open terminou no 18º lugar, um pouco longe do lugar que todos desejávamos, mas mesmo assim com uma participação digna e uma primeira metade da prova na luta pelo apuramento. A Selecção de Senhoras, a jogar em condições muito difíceis com apenas 4 jogadoras, andou uma parte da prova dentro dos lugares de apuramento e até ao penúltimo dia com hipóteses de lá chegar, terminando na 13ª posição. Finalmente a Selecção de Seniores que se manteve na luta pelo apuramento até ao último dia de prova, terminando na 13ª posição.

Num balanço global podemos considerar que a participação portuguesa foi muito positiva. Lutámos até ao fim, dignificámos o bridge nacional. Agora é tempo de preparar o futuro. A todos os jogadores que estiveram a representar o País as nossas felicitações e os nossos agradecimentos.

À selecção Mista desejamos as maiores felicidades para o Mundial, certos que continuarão a levar o nome de Portugal para um lugar de destaque.

Classificações, resultados encontro a encontro e boletins podem ser consultados no site da EBL através deste LINK

 

Terminou a prova de apuramento da EBL para os Campeonatos do Mundo. Como não podia deixar de ser a nota de destaque vai para o excelente desempenho da nossa Selecção Mista que terminou num brilhante 5º lugar e conseguiu o apuramento para o Mundial. Ana Luísa Brito, Sofia Pessoa, Xana Rosado, Jorge Cruzeiro, Juliano Barbosa e Paulo Gonçalves Pereira, sob o capitanato de João Paes de Carvalho inscreveram o nome de Portugal no panorama do bridge internacional. Parabéns!

Nas restantes provas, a Selecção Open terminou no 18º lugar, um pouco longe do lugar que todos desejávamos, mas mesmo assim com uma participação digna e uma primeira metade da prova na luta pelo apuramento. A Selecção de Senhoras, a jogar em condições muito difíceis com apenas 4 jogadoras, andou uma parte da prova dentro dos lugares de apuramento e até ao penúltimo dia com hipóteses de lá chegar, terminando na 13ª posição. Finalmente a Selecção de Seniores que se manteve na luta pelo apuramento até ao último dia de prova, terminando na 13ª posição.

Num balanço global podemos considerar que a participação portuguesa foi muito positiva. Lutámos até ao fim, dignificámos o bridge nacional. Agora é tempo de preparar o futuro. A todos os jogadores que estiveram a representar o País as nossas felicitações e os nossos agradecimentos.

À selecção Mista desejamos as maiores felicidades para o Mundial, certos que continuarão a levar o nome de Portugal para um lugar de destaque.

Classificações, resultados encontro a encontro e boletins podem ser consultados no site da EBL através deste LINK