Última actualização:

Os responsáveis por este site escrevem com a antiga ortografia

Calendário de provas oficiais para 2019

RESULTADOS NA HORA
As provas de regularidade organizadas ou dirigidas por árbitros dos quadros do B4F passam, a partir de agora, a ter os resultados (classificação e frequências) disponíveis a partir do momento em que o torneio termina. Para provas maiores (festivais e afins) os resultados poderão ser visualizados à medida que a prova decorre. No quadro abaixo disponibilizamos o nome da prova e a respectiva ligação para o acesso. Neste quadro constarão os resultados até à sua passagem para os locais habituais de consulta.
TORNEIO
DATA
LIGAÇÂO
Campeonato da ARBL de Equipas Mistas 2019-09-17 Resultados Série A
Resultados Série B
Resultados Série C
Torneio B4F integrado nos simultâneos nacionais 2019-09-16 Resultados

INSCRIÇÕES ONLINE


DESTAQUES
"
As boas ideias não têm idade. Apenas têm futuro"
Robert Mallet

SISTEMAS ONLINE

TORNEIOS B4F INTEGRADOS NOS SIMULTÂNEOS NACIONAIS

Às 2ª feiras, com início às 21h nas instalações do CMN localizadas na Av Defensores de Chaves, nº 26 (do lado esquerdo de quem sobe a avenida em direcção ao Saldanha).

Lá vos esperamos!


SIMULTÂNEOS NACIONAIS

Histórico de classificações acumuladas anuais
2014
2013
2012
2011
2010
2009
Clube
Clube
Clube

RESULTADOS E FREQUÊNCIAS INDIVIDUAIS E POR CLUBES

Classificação acumulada
 
 

TOME NOTA...
 
Provas oficiais
Para mais informações da actividade da ARBL visite a página online.
 

CAMPEONATO REGIONAL EQUIPAS MISTAS

Início a 17/9/2019, CBL, 21h

   Lista de inscritos   

 

 

CAMPEONATO REGIONAL PARES MISTOS

27/9/2019, CBL, 21h

   Inscrições      Lista de inscritos   

 


Provas com prestação serviços B4F/QN
 
Torneios EB/B4F

Clube Militar Naval, 23 Setembro 2019, 21h

   Inscrições      Lista de inscritos   


 

Clube de Bridge dos Engenheiros - Troféu 2019
Prova 8
Ordem dos Engenheiros - Lisboa

Quarta-feira, 18 de Setembro, 21h
Prova limitada a 32 pares

   Inscrições      Lista de inscritos   
 

Festival Internacional Dom Pedro - Vilamoura
29 Novembro a 1 Dezembro 2019

Hotel D.Pedro - Vilamoura

PROGRAMA

   Inscrições      Lista de inscritos   

 
Provas de clubes e festivais
 

VIII prova circuito Bridge na Linha
IASFA, 2 Novembro 2019


   Inscrições      Lista de inscritos   


 

Torneio Internacional Equipas
CBL, 20 a 22 Setembro 2019


   Inscrições      Lista de inscritos   


 

23º OPEN INTERNACIONAL DE BRIDGE DOS AÇORES
2019
PONTA DELGADA
1 a 6 de Outubro

PROGRAMA (PROGRAM)

Pares
Pairs
Pares transnacional <30
Pairs <30
Equipas
Teams
 

NOTÍCIAS


Conceição Pinto Costa e Carlos Rodrigues venceram o XXIX torneio B4F da época 2019 integrado nos simultâneos nacionais. A prova marcou o regresso de férias e foi disputada por 12 pares nas instalações do Clube Militar Naval no passado dia 9 de Setembro. Luis Ahrens Teixeira comanda o acumulado anual. António Bandeira Neves venceu o acumulado do mês de Junho. Toda a informação em Classificação

Jorge Castanheira e Nuno Santos venceram a oitava prova do Circuito Bridge na Linha 2019. Inocêncio Araújo - Francisco Pereira Gonçalves e Paulo Gonçalves Pereira - José Nuno Moraes classificaram-se na segunda e terceira posição. Na prova participaram 23 pares sob a direcção de Carlos Ferreira. Toda a informação pode ser consultada por aqui Classificação


Num comunicado divulgado ontem, decidiu a Direcção da FPB alterar de forma substancial o projecto NAC OPEN. Assim, haverá lugar a um torneio de selecção por equipas que garantirá aos vencedores o direito de representar Portugal nos próximos CE, dependentes de um conjunto de compromissos a assumir aquando da candidatura, seja na obrigatoriedade de manter as parcerias até à data do evento, seja no cumprimento do programa de treinos a elaborar pela Comissão de Selecção. Finalmente a decisão que se impunha há muito tempo e que alia o rigor e a exigência no cumprimento de determinados requisitos à indispensável objectividade na hora da decisão, independentemente da discussão em torno dos moldes em que as provas de selecção devem ser feitas.
Representar Portugal é uma ambição legítima de qualquer praticante, mas que requer competência, sentido de responsabilidade, disponibilidade para cumprir programas de preparação e, sobretudo, respeito pela bandeira que levam consigo na bagagem e por todos os praticantes que, no dia a dia, mantêm viva a modalidade. Esta decisão vem ao encontro do que sempre pensei que deveria ter sido o projecto NAC. Deveria ter vindo mais cedo, dando oportunidade a um processo mais elaborado de escolha, mas vem ainda muito a tempo de salvar a essência do projecto NAC tal como o entendo e sempre defendi. Parabéns à FPB!

Eugénia Davim - Nuno Santos, na linha Norte-Sul, e Luís Ahrens Teixeira - Fernando Pombo, na linha Este-Oeste, venceram o sétimo torneio do troféu 2019 do Clube de Bridge dos Engenheiros. A prova jogada no dia 17 de Julho contou com a participação de 22 pares. Toda a informação por esta ligação. Classificação



No seguimento do artigo que publiquei relativo à participação portuguesa no Campeonato da Europa de Juniores recebi do Presidente da FPB um pedido de publicação de um artigo que apelidou de "Direito ao Contraditório" e que podem consultar por este link.

Terminou o Campeonato da Europa de Juniores que decorreu em Oslo. A selecção nacional composta por Carolina Pimenta, José Nuno Moraes, Miguel Álvares Ribeiro e Miguel Ferreira e capitaneada por António Palma terminou no penúltimo lugar, um lugar abaixo do alcançado em 2017. A Suécia revalidou o título que detinha na categoria de U26 e a Holanda venceu na categoria de U21. De resto nos lugares de topo foram-se repetindo os suspeitos do costume. A formação nacional, para além da enorme diferença qualitativa que a separa dos melhores, foi forçada a jogar toda a prova com apenas 4 jogadores o que ajuda a explicar o resultado negativo que obteve. E regressamos ao tema recorrente do investimento na formação onde continua a estar tudo por fazer. Um programa sério de captação e formação de novos praticantes não pode resignar-se com medidas mais ou menos avulsas e com a canalização dos parcos recursos existentes para acções de curto prazo, sem qualquer projecto de continuidade. Uma real aposta na formação tem de ser um investimento de médio-longo prazo, com um programa pedagógico consistente e exigente e que não pode ser deixado ao sabor do livre arbítrio de cada um. Se é certo que são poucos os recursos, não é menos verdade que falta também vontade política e liderança para a implementação de um projecto promovido à condição de prioritário. Ou se encara de uma vez por todas este desafio ou o bridge está condenado a definhar. Podem aceder à informação do Campeonato em Classificação